Copa do Mundo de 1986: A Copa de Maradona _ :) _

By | 19/04/2018

Introdução: Copa do Mundo de 1986

A Argentina brilhou em campo pelos pés – e pelas mãos – de Diego Maradona na Copa do Mundo de 1986. Já a seleção brasileira, teve nos pênaltis um contraste da habilidade dos seus craques.

México recebe o Mundial pela segunda vez

A Copa de 1986 seria realizada na Colômbia, mas o país desistiu e quem recebeu o torneio foi o México. Dessa maneira, os mexicanos sediavam pela segunda vez o Mundial, após 16 anos. Foi a Copa em que estrearam as equipes do Canadá, Iraque e Dinamarca, sendo esta apelidada de “Dinamáquina”, sobretudo pela velocidade dos seus jogadores.

Brasil na Copa do Mundo de 86

A participação do Brasil na Copa do Mundo de 86 começou tumultuada, já que Renato Gaúcho havia sido cortado por indisciplina e o time não conseguiu se preparar bem. Além disso, o técnico Telê Santana estava com vários jogadores machucados, incluindo Zico.

Com isso, a estreia do Brasil na Copa de 86 foi um pouco tímida. Venceu a Espanha com a ajuda do juiz, que anulou um gol legítimo da equipe adversária. O atacante Careca foi um destaque na vitória contra a Argélia (1 x 0) e Irlanda do Norte (3 x 0). O time brasileiro contava com outros craques como Júnior, Josimar, Falcão, Sócrates e Müller. Conseguiu emplacar 4 x 0 em cima da Polônia, pelas oitavas de final.

Zico perde pênalti na Copa de 1986

O jogo seguinte, contra a França, foi um dos melhores jogos da Copa de 1986: o juiz não precisou marcar um cartão sequer. Mas quem também não marcou foi Zico. Em um pênalti que poderia garantir a vitória brasileira, Zico bateu mal e o goleiro francês Bats defendeu a cobrança. Como resultado, o “Galinho de Quintino” carrega até hoje este fardo da última Copa que participou.

Com o empate de 1 x 1 após a prorrogação, o jogo seguiu para os pênaltis e a França acabou eliminando o Brasil por 4 a 3.

https://youtu.be/vmogc-bTczw

NOSSO CANAL E WHATSAPP

Canal Dicas Educação Física

WhatsApp Dicas Educação Física

Oportunidades em Educação Física

Apostila Educação Física Concursos
Cursos Online na Área de Educação Física

Gol de mão de Maradona: a “Mão de Deus”

Argentina brilhou na Copa de 1986 muito pela habilidade do jogador Diego Armando Maradona. O atacante emplacou dois gols que marcaram a história do Mundial e a devoção apaixonada dos torcedores argentinos. A partir dessa Copa, Maradona foi imortalizado como herói nacional.

No duelo contra a Inglaterra, pelas quartas de final, Maradona desviou malandramente a bola com a mão sem que o juiz tenha percebido e garantiu o primeiro gol da partida. O atacante da seleção da Argentina disse que marcou esse gol com a cabeça e a “mão de Deus”.

Depois, partiu do meio do campo com a bola, driblou a defesa inglesa e também o goleiro, chutando para as redes o segundo gol argentino que ficou conhecido como o “gol do século”, um dos mais bonitos já vistos. Inglaterra ainda conseguiu diminuir no final, mas não conseguiu vencer.

Final da Copa de 86

A final entre Argentina e Alemanha foi emocionante. A Argentina abriu o placar com um gol de Brow, levando a torcida ao delírio. No segundo tempo, Valdano ampliou ainda mais para os hermanos.

A Alemanha conseguiu se recuperar e empatou o jogo em 2 a 2. Entretanto, aos 38 minutos, o craque Maradona marcou o terceiro gol e garantiu o bicampeonato para a seleção da Argentina.

Série Copas do Mundo

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

FIFA. 1986 FIFA World Cup Mexico. Disponível em: <http://www.fifa.com/worldcup/archive/mexico1986/index.html>. Acesso em: 16/04/2018

  • 50
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + dezenove =