Pular para o conteúdo

Educação Física no ENEM 2021

COMPARTILHE!

QUESTÕES DE EDUCAÇÃO FÍSICA NO ENEM 2021

As questões de Educação Física no ENEM 2021 podem decepcionar a muita gente que associada a Educação Física diretamente Esporte. No ENEM 2021, as questões de Educação Física aparecem num contexto multidisciplinar da área de Linguagem.

1º Questão de Educação Física no ENEM 2021

Educação Física no ENEM 2021

LICHTENSTEIN, R. Garota com bola. Óleo sobre tela, 153 cm x 91,9 cm. Museu de Arte Moderna de Nova York, 1961. Disponível em: www.moma.org. Acesso em: 4 dez. 2018.

A obra, da década de 1960, pertencente ao movimento artístico Pop Art, explora a beleza e a sensualidade do corpo feminino em uma situação de divertimento. Historicamente, a sociedade inventou e continua reinventando o corpo como objeto de intervenções sociais, buscando atender aos valores e costumes de cada época.
Na reprodução desses preceitos, a erotização do corpo feminino tem sido constituída pela

a) realização de exercícios físicos sistemáticos e excessivos.

b) utilização de medicamentos e produtos estéticos.

c) educação do gesto, da vontade e do comportamento.

d) construção de espaços para vivência de práticas corporais.

e) promoção de novas experiências de movimento humano no lazer.

2º Questão de Educação Física no ENEM 2021

O skate apareceu como forma de vivência no lazer em períodos de baixa nas ondas e ficou conhecido como “surfinho”. No início foram utilizados eixos e rodinhas de patins pregados numa madeira qualquer, para sua composição, sendo as rodas de borracha ou ferro. O grande marco na história do skate ocorreu em 1974, quando o engenheiro químico chamado Frank Nasworthy descobriu o uretano, material mais flexível, que oferecia mais aderência às rodas. A dependência dos skatistas em relação a esse novo material igualmente alavancou o surgimento de novas manobras e possibilitou a um maior número de pessoas inexperientes começar a prática dessa
modalidade. O resultado foi a criação de campeonatos, marcas, fábricas e lojas especializadas.

ARMBRUST, I.; LAURO, F. A. A. O skate e suas possibilidades educacionais. Motriz, jul.-set. 2010 (adaptado).

De acordo com o texto, diversos fatores ao longo do tempo

a) contribuíram para a democratização do skate.

b) evidenciaram as demandas comerciais dos skatistas.

c) definiram a carreira de skatista profissional.

d) permitiram que a prática social do skate substituísse o surfe.

e) indicaram a autonomia dos praticantes de skate.


Conheça Nossos Canais

Youtube Dicas Educação Física Inscreva-se - Canal Dicas Educação Física

Instagram Dicas Educação Física Instagram Dicas Educação Física

Telegram Dicas Educação Física Canal no Telegram Dicas Educação Física


3º Questão de Educação Física no ENEM 2021

O solo A morte do cisne, criado em 1905 pelo russo Mikhail Fokine a partir da música do compositor francês Camille Saint-Saens, retrata o último voo de um cisne antes de morrer. Na versão original, uma bailarina com figurino impecavelmente branco e na ponta dos pés inter preta toda a agonia da ave se debatendo até desfalecer.
Em 2012, John Lennon da Silva, de 20 anos, morador do bairro de São Mateus, na Zona Leste de São Paulo, elaborou um novo jeito de dançara coreografia imortalizada pela bailarina Anna Pavlova. No lugar de um colã e das sapatilhas, vestiu calça jeans, camiseta e tênis. Em vez de balé, trouxe o estilo popping da street dance. Sua apresentação inovadora de A morte do cisne, que foi ao ar no programa Se ela dança, eu danço, virou hit no YouTube.

Disponível em: www.correiobraziliense.com.br. Acesso em: 18 jun. 2019 (adaptado).

A forma original de John Lennon da Silva reinterpretar a coreografia de A morte do cisne demonstra que

a) a composição da coreografia foi influenciada pela escolha do figurino.

b) a criação artística é beneficiada pelo encontro de modelos oriundos de diferentes realidades socioculturais.

c) a variação entre os modos de dançar uma mesma música evidencia a hierarquia que marca manifestações artísticas.

d) a formação erudita, à qual o dançarino não teve acesso, resulta em artistas que só conhecem a estética da arte popular.

e) a interpretação, por homens, de coreografias original mente concebidas para mulheres exige uma adaptação complexa.

4º Questão de Educação Física no ENEM 2021

A história do futebol brasileiro contém, ao longo de um século, registros de episódios racistas. Eis o paradoxo:
se, de um lado, a atividade futebolística era depreciada aos olhos da “boa sociedade” como profissão destinada aos pobres, negros e marginais, de outro, achava-se investida do poder de representar e projetara nação em escala mundial. A Copa do Mundo no Brasil, em 1950, viria a se constituir, nesse sentido, em uma rara oportunidade. Contudo, na decisão contra o Uruguai sobreveio o inesperado revés. As crônicas esportivas elegiam o goleiro Barbosa e o defensor Bigode como bodes expiatórios, “descarregando nas costas” dos jogadores os “prejuízos’ da derrota. Uma chibata moral, eis a sentença proferida no tribunal dos brancos. Nos anos 1970, por não atender às expectativas normativas suscitadas pelo estereótipo do “bom negro”, Paulo César Lima foi classificado como “jogador-problema”. Ele esboçava a revolta da chibata no futebol brasileiro.
Enquanto Barbosa e Bigode, sem alternativa, suportaram o linchamento moral na derrota de 1950, Paulo César contra-atacava os que pretendiam condená-lo pelo insucesso de 1974. O jogador assumia as cores e as causas defendidas pela esquadra dos pretos em todas as esferas da vida social. “Sinto na pele esse racismo subjacente”, revelou à imprensa francesa: Isto é, ninguém ousa pronunciar a palavra ‘racismo’. Mas posso garantir que ele existe, mesmo na Seleção Brasileira”.

Sua ousadia consistiu em pronunciar a palavra interdita no espaço simbólico do discurso oficial para reafirmar o mito da democracia racial.

Disponível em: https://observatorioracialfutebol.com.br. Acesso em: 22 jun. 2019 (adaptado).

O texto atribui o enfraquecimento do mito da democracia racial no futebol à

a) responsabilização de jogadores negros pela derrota na final da Copa de 1950.

b) projeção mundial da nação por um esporte antes destinado aos pobres.

c) depreciação de um esporte associado à marginal idade.

d) interdição da palavra “racismo” no contexto esportivo.

e) atitude contestadora de um “jogador-problema”.

Mais sobre Ed. Física no ENEM

DICAS DE CURSOS ONLINE

  • Material de Educação Física
  • Educafit – Cursos de Educação Física Online
  • Cursos de Futsal Online
  • Cursos de Voleibol Online
  • Cursos de Futebol Online
  • Curso Preparatório para Concursos de Educação Física online
  • Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *