Avançar para o conteúdo

Ginástica de Conscientização Corporal na Educação Física com Plano de Aula

Ginástica de conscientização corporal na Educação Física escolar
COMPARTILHE!

Ginástica de Conscientização Corporal na Educação Física Escolar

A Ginástica de Conscientização Corporal, segundo a base nacional comum curricular (BNCC), devem ser tematizadas nas aulas de Educação Física no 8º e 9º ano do ensino fundamental e médio.

O que é Ginástica de Conscientização Corporal?

A ginásticas de conscientização corporal é uma prática corporal baseada em movimentos suaves e lentos, que tem foco na postura corporal e no processo de respiração conscientes, com o objetivo de obter uma percepção integral do seu próprio corpo.

As práticas corporais de Ginástica de Conscientização Corporal podem ser denominadas de diferentes formas, como: ginásticas alternativas, introjetivas, introspectivas e suaves.

Indo além de um treino formado por série de repetições, a ginástica de conscientização corporal é uma forma especial de se exercitar com maior foco na visão integral do ser humano.

A ginástica de conscientização corporal valoriza o conhecimento e a individualidade do próprio corpo, e as sensações experimentadas durante sua prática.

Qual a Origem da ginástica de Conscientização Corporal?

As práticas corporais de ginástica de conscientização corporal tem origem em práticas milenares, especialmente da cultura oriental.

Conheça Nossos Canais

Educação Física Material de Educação Física

Youtube Dicas Educação Física Inscreva-se - Canal Dicas Educação Física

Instagram Dicas Educação Física Instagram Dicas Educação Física

Telegram Dicas Educação Física Canal no Telegram Dicas Educação Física


No Brasil a ginástica de conscientização corporal surge com mais força na década de 1960, influenciada pelo movimento “contracultura”, que foi um movimento que contestava a cultura dominante, o corpo padronizado como produto, o consumismo, as guerras, o conservadorismo que não fazia sentido para as novas gerações.

Nesse momento essa nova concepção de ginástica surgiu em contraposição à forma tradicional das práticas corporais de ginástica, onde não se respeitava a individualidade e se baseava na repetição mecânica de exercícios, impedindo a percepção do movimento e o conhecimento do próprio corpo.

Características da Ginástica de Conscientização Corporal

São características da ginástica de conscientização corporal:

  • movimento suaves e lentos;
  • introspecção, sensibilidade e percepção de todo corpo durante cada movimento;
  • percepção do processo de respiração (inspiração e expiração);
  • foco nas sensações experimentadas durante os movimentos;
  • praticada em um ambiente que permita a concentração.

Exemplos de Ginástica de Conscientização Corporal

Alguns exemplos de Ginástica de Conscientização Corporal são:

  • a biodança;
  • a bioenergética;
  • a eutonia;
  • a antiginástica;
  • o Método Feldenkrais;
  • a ioga;
  • o tai chi chuan;
  • a ginástica chinesa;
  • meditação;
  • massagem;
  • automassagem;
  • pilates.

Benefícios da Ginástica de Conscientização Corporal

Benefícios da Ginástica de Consc

Alguns benefícios da Ginástica de Conscientização Corporal são?

  • Autoconfiança em relação ao seu próprio corpo;
  • Ajuda a encontrar o seu ponto de equilíbrio físico;
  • Melhora o controle dos seus movimentos;
  • Amplia a sua noção espacial;
  • Auxilia na prevenção contra lesões musculares;
  • Aumenta a qualidade de vida;
  • Diminuição do estresse e a ansiedade do seu cotidiano;
  • Proporciona um melhor desempenho nas atividades cotidianas, seja no trabalho ou em casa;
  • Melhora o equilíbrio e a estabilidade;
  • Melhora o bem-estar emocional.

Dicas para Plano de Aula de Ginástica de Conscientização Corporal

  1. Pesquisa sobre antiginástica, a eutonia, biodança e/ou outras práticas de ginástica de conscientização corporal, fazendo cartazes, ou trazendo informações para apresentar à turma.
  2. Na aula seguinte, os alunos deverão expor aquilo que encontraram nas pesquisas, fazendo comparações entre os estilos, promovendo um espaço para discussões.
  3. Distribuir colchonetes aos alunos. Cada um deve se deitar sobre o seu colchonete. O professor deve propor um relaxamento geral do corpo. Que se esqueçam das coisas de fora da aula. Que se concentrem em seu próprio corpo, livrando-o de tensões.
  4. Em seguida, pede para que os alunos deem atenção ao pé direito; que sintam cada dedo desse pé, movimentando-o devagar. Em seguida, flexionando, depois, estendendo, girando para a direita, para a esquerda…
  5. Assim deverá acontecer com cada parte do corpo: o pé esquerdo, as pernas, um braço, depois o outro, as mãos, o tronco, pescoço e cabeça, etc. Sempre pedindo que fiquem relaxados e que foquem sua atenção em cada parte designada, separadamente. Ao final da atividade, discutir com os alunos sobre as impressões que tiveram do exercício.
  6. Levar os alunos a um ambiente espaçoso e livre; propor que vendem os olhos e caminhem pelo espaço. Ao encontrar um amigo, tocar sua face, cabelos e corpo, tentando descobrir quem é.
  7. Propor um futebol com os olhos vendados, utilizando uma bola com guizo, a fim de mostrar as limitações dos diferentes, mas não menos importantes que os outros.

Mais sobre Educação Física Escolar

DICAS DE CURSOS ONLINE

  • Material de Educação Física
  • Educafit – Cursos de Educação Física Online
  • Cursos de Futsal Online
  • Cursos de Voleibol Online
  • Cursos de Futebol Online
  • Curso Preparatório para Concursos de Educação Física online
  • Deixe um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *