Pular para o conteúdo

Lutas na Escola: Conceitos e Atividades

Lutas na escola
COMPARTILHE!

Lutas na Escola

Guia de Lutas na Escola com conceitos, atividades, objetivos, benefícios e habilidades de acordo com a BNCC.

Que são as Lutas?

As Lutas são práticas corporais de combate que estão presente na história humana e que se apresentam de diversas formas e/ou tipos.

Quais são os objetivos das Lutas?

Os objetivos das lutas, bem como seus interesses e significados, se modificam de acordo com as necessidades humanas. No passado os objetivos da luta estavam ligadas a sobrevivência, a manifestações culturais, as guerras e a disputa por poder. Nos dias atuais as lutas possuem objetivos que vão desde as manifestações culturais, o cuidado com a saúde, a sistematização em esportes e até um “produto” no mercado.

As Lutas na Escola

As práticas corporais de Lutas na Educação Física escolar sempre foi cercada de preconceitos, pois a associação das lutas com a violência sempre é uma barreira que precisa ser enfrentada e ultrapassada.

As práticas corporais de lutas são atividades que pode contribuir muito para o desenvolvimento integral de cada indivíduo, por seus diversos elementos sociais, culturais e voltados para manutenção da saúde, entre muitas outras habilidades que podem ser desenvolvidas a partir das práticas corporais de lutas.

Os Benefícios das Lutas na Escola

São diversos os benefícios que as práticas corporais de luta na escola podem proporcionar aos estudantes, dentre eles podemos citar:

  • o desenvolvimento da socialização;

  • o desenvolvimento físico (força, flexibilidade, agilidade, reflexos, postura corporal);

  • disciplina;

  • autoconfiança;

  • melhora a concentração;

  • respeito e compreensão das limitações próprias e do outro.

Lutas na Escola: Lutar x Brigar

Lutar na Educação Física

Brigar é uma prática violenta, que tem como objetivo machucar ou eliminar um oponente. A briga corporal representa o fim do diálogo, não tem respeito a nenhuma regra ou cultura. Já Lutar é uma prática corporal que tem como pressuposto o respeito ao oponente, o respeito a uma cultura e as regras previamente estabelecidas. O objetivo da luta nunca é a eliminação do oponente, pelo contrário, as regras das lutas tem como objetivo a preservação de todos.

É muito importante o entendimento que promover as práticas corporais de luta na Educação Física escolar não é promover brigas ou promover a violência. Ainda pelo contrário, as lutas podem contribuir muito para promoção do respeito ao próximo, mesmo quando este é um oponente em um combate.

Lutas na BNCC da Educação Física

As Lutas são uma das práticas corporais que possuem uma unidade temática específica na Base nacional Comum Curricular, a BNCC, e são recomendadas desde o 3º ano do ensino fundamental até o ensino médio.

Veja abaixo as habilidade recomendadas pela BNCC na unidade temática de Lutas na Educação Física.

Lutas no 3º, 4º e 5º ano do Ensino Fundamental na Educação Física

Objeto de ensino: Lutas do contexto comunitário e regional Lutas de matriz indígena e africana.

Habilidades:

  • (EF35EF13) Experimentar, fruir e recriar diferentes lutas presentes no contexto comunitário e regional e lutas de matriz indígena e africana.
  • (EF35EF14) Planejar e utilizar estratégias básicas das lutas do contexto comunitário e regional e lutas de matriz indígena e africana experimentadas, respeitando o colega como oponente e as normas de segurança.
  • (EF35EF15) Identificar as características das lutas do contexto comunitário e regional e lutas de matriz indígena e africana, reconhecendo as diferenças entre lutas e brigas e entre lutas e as demais práticas corporais.

Lutas no 6º e 7º ano do Ensino Fundamental na Educação Física

Objeto de ensino: Lutas do Brasil.

Habilidades:

  • (EF67EF14) Experimentar, fruir e recriar diferentes lutas do Brasil, valorizando a própria segurança e integridade física, bem como as dos demais.
  • (EF67EF15) Planejar e utilizar estratégias básicas das lutas do Brasil, respeitando o colega como oponente.
  • (EF67EF16) Identificar as características (códigos, rituais, elementos técnico-táticos, indumentária, materiais, instalações, instituições) das lutas do Brasil.

Lutas no 8º e 9º ano do Ensino Fundamental na Educação Física

Objeto de ensino: Lutas do mundo.

Habilidades:

  • (EF89EF16) Experimentar e fruir a execução dos movimentos pertencentes às lutas do mundo, adotando procedimentos de segurança e respeitando o oponente.
  • (EF89EF17) Planejar e utilizar estratégias básicas das lutas experimentadas, reconhecendo as suas características técnico-táticas.
  • (EF89EF18) Discutir as transformações históricas, o processo de esportivização e a midiatização de uma ou mais lutas, valorizando e respeitando as culturas de origem.

Lutas no Ensino Médio na Educação Física

No ensino médio as Lutas tem como objetivo consolidar e ampliar as aprendizagens das habilidades de lutas tematizadas no ensino fundamental.

Pedagogia das Lutas na Escola

Planejamento das Aulas de Lutas na Escola

As práticas corporais de luta possuem uma unidade temática específica na BNCC e precisam fazer parte dos planos de curso dos professores de Educação Física. Sendo assim, é preciso que os professores pensem nos espaços, equipamentos e busquem conhecimento para planejar as práticas corporais de luta nas escolas.


Conheça Nossos Canais

Youtube Dicas Educação Física Inscreva-se - Canal Dicas Educação Física

Instagram Dicas Educação Física Instagram Dicas Educação Física

Telegram Dicas Educação Física Canal no Telegram Dicas Educação Física


Tipos de Lutas na Escola

A pedagogia das lutas na Educação Física passa pela compreensão dos estilos e classificações (tipos) das práticas corporais de luta de acordo com suas características.

Alguns autores como Gonzales, Darido e Oliveira (2014), Franchinni e Del Vecchio (2012) nos ajudam a compreender com maior facilidade as lutas quanto à sua classificação.

Classificação ou Tipos das Lutas na Educação Física Escolar

  1. Lutas de curta distância: também chamadas de “luta agarrada”, são as de maior proximidade entre os oponentes. Utilizam movimentos de agarres nos braços, cabeça, pescoço, torso (tronco) ou pernas, chaves imobilizadoras, golpes de alavanca etc. Exemplos são: judô, jiu-jitsu, , luta olímpica, sumô, etc…
  2. Lutas de média distância: também chamadas de “luta de trocação”, são realizadas a média distância entre os oponentes. As ações dessas lutas envolve socos, cotoveladas, chutes, joelhadas e outros tipos de golpes ou toques usando pernas e braços. Exemplos são: boxe, karatê, Muay thai, Savate, Aikido, etc…
  3. Lutas de longa distância: possuem a maior distância entre os oponentes. Utilizam implementos como espadas, sabres, bastões. Exemplos são: esgrima, kendo, kung fu, etc…
  4. Lutas mistas: misturam conceitos de duas ou mais distâncias citadas nos outros tópicos. Utilizam, portanto, de ações de agarre, socos, chutes e finalizações. Exemplos são: as artes marciais mistas (MMA), Sambo combat.

Princípios Operacionais das Lutas

Existem características das lutas que nos permitem basear seu desenvolvimento em quatro orientações, chamadas de princípios operacionais, comuns a todas as lutas.

Os princípios operacionais da luta são:

  • Relação com o alvo – tocar ou segurar;

  • Relação com o objetivo – direta ou indireta.

O alvo é aquilo que se deseja atingir e/ou defender e o objetivo é a meta de uma ação.

Veja abaixo alguns exemplo de lutas e seus princípios operacionais.

Boxe: Os ataques só podem ser feitos com os membros superiores (braços) sendo que nesse caso, a relação com o alvo é tocar, pois os competidores se acertam tanto simultânea quanto individualmente até o fim do round. A relação com a meta é indireta, uma vez que os golpes não finalizam a luta, exceto quando ocorre um nocaute que seria uma relação com a meta direta.

Kung-fu: Os golpes somam pontos e podem ser realizados tanto pelos membros superiores quanto pelos membros inferiores. A relação com o alvo é tocar devido à troca de socos e chutes e a relação com a meta é direta, pois, no kung-fu, cada golpe vale pontos. Vale ressaltar que nesta modalidade, o vencedor é o competidor que, no final, somou mais pontos, salvo o nocaute que finaliza a luta mesmo que não tenha acabado o round.

Sumô: O objetivo do competidor é empurrar o seu adversário para fora do espaço demarcado (ringue) ou derrubá-lo no chão. Sua relação com o alvo é segurar, pois ambos não se soltam. A relação com a meta é indireta porque, simultaneamente, os lutadores se empurram e/ou tentam se derrubar até o final da luta.

Dimensão Atitudinal e Lutas na Escola

A Luta é um jogo de oposição, onde a vitória de um indivíduo ou grupo depende da derrota do outro, as lutas não podem ter como objetivo o “ganhar a todo custo”.

Se compararmos outros jogos ou esportes com as lutas, perceberemos que a competição em combate, característica principal das lutas, pode conduzir os participantes à práticas desleais sem a compreensão e o respeito ao próximo que não mais é visto como um “ser humano”, mas, sim, como o oponente a ser derrotado. Nesse momento as práticas de lutas na Educação Física escolar torna-se um fonte para trabalharmos a dimensão atitudinal, o respeito ao próximo, o respeito as regras e os limites que precisam ser respeitados dentro dos esportes de combate, além do respeito ao oponente que deve ser demostrado antes, durante e após a luta.

Plano de Aula de Lutas na Escola

Unidade Temática: Lutas

Temas: História das lutas, Lutar x Brigar, tipos de luta e jogos de oposição.

1º parte: introdução

  • Reúna os estudantes em sala de aula ou em uma roda de conversa na quadra e fale um pouco sobre a história das lutas e sobre a diferença entre lutar e brigar.

2º parte: aquecimento

  • Os estudantes devem correr com intensidade baixa em volta da quadra e mudar a forma de deslocamento a cada sinal do professor (correr para frente, correr para trás, correr lateralmente para o lado direito, correr lateralmente para o lado esquerdo).

3º parte

  • Reúna novamente os estudante e, de forma breve, explique a diferença entre lutas de curta distância (luta agarrada), luta de média distância (luta de trocação de socos e chutes) e lutas de longa distância (que usam equipamentos como espadas e bastos).

4º parte: atividade principal

  • Delimite um espaço na quadra com tatame ou com cones.
  • Divida a turma em duplas.
  • Explique que serão realizados “jogos de oposição” de lutas de curta distância (luta agarrada).
  • Oriente as duplas a respeitarem o espaço e as regras de segurança.
  • Oriente as duplas a cumprimentar seu oponente antes e após a disputa.
  • Explique as atividades de jogo de oposição abaixo:

Jogo de Oposição 01: Quero Ficar

Material necessário: Placas de Tatame, arco (bambolê), corda, giz, elástico.
Execução: Utilizando-se de uma pequena área determinada, o objetivo de um dos praticantes é permanecer dentro da área demarcada, enquanto o outro procura fazê-lo deixar a área.
Variação: Em pé, sentado, de joelhos, deitado.

Jogo de Oposição 02: Quero Sair

Material necessário: Placas de Tatame, arco (bambolê), corda, giz, elástico.
Execução: Utilizando-se de uma pequena área determinada, o objetivo de um dos praticantes é sair da área demarcada, enquanto o outro procura impedi-lo.
(mantendo o colega dentro do circulo)

Jogo de Oposição 03: Gangorra

Material necessário: Bastão e Placas de tatame.
Execução: Alunos sentados nos chão com as pernas estendidas, pés unidos e segurando em um bastão com as duas mãos.
O Objetivo deste jogo é tirar o colega da posição sentada ou deixá-lo na posição em pé.

Jogo de Oposição 04: A Bola é Minha

Material necessário: Bolas.
Execução: Utilizando-se de uma bola de basquete ou similar, os dois competidores assumem posição com as duas mãos segurando a bola. Ao sinal, procura-se retirar a bola do adversário e reter a posse de bola.
Objetivo: Conquista da bola.

Plano de aula de lutas: jogos de oposição

5º parte: volta a calma

  • Reúna os alunos e faça uma roda de discussão sobre todas as atividades realizadas na aula. Dialogue com eles sobre a importância da segurança e do respeito as regras nas lutas, bem como do respeito ao oponente. Fale também sobre a experiência prática vivenciada por eles nos jogos de oposição e sobre as estratégias que podem ser utilizadas nesse tipo de “luta”.

Mais sobre Lutas na Escola

DICAS DE CURSOS ONLINE

  • Material de Educação Física
  • Educafit – Cursos de Educação Física Online
  • Cursos de Futsal Online
  • Cursos de Voleibol Online
  • Cursos de Futebol Online
  • Curso Preparatório para Concursos de Educação Física online
  • Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *