Pular para o conteúdo

Ataque de Segundo Tempo no Voleibol

Ataque de Segundo Tempo no Voleibol
COMPARTILHE!

Ataque de Segundo Tempo no Voleibol

O Ataque de Segundo Tempo no Voleibol. Entenda o que é e como fazer o ataque de 2º tempo no Voleibol.

O que são os Tempos de Ataque no Voleibol?

Os tempos de de ataque no Voleibol é a sincronização entre as passadas do ataque e o momento em que o Levantador realizar o toque na bola para o Levantamento.

Quais são os Tempos de Ataque no Voleibol?

Os tempos de ataque mais utilizados no Voleibol são:

  • Ataque de 3º tempo;
  • Ataque de 2º tempo;
  • Ataque de 1º tempo.

Ao final desse artigo abordaremos também o ataque de tempo zero. Acompanhe.

Passadas e Tempo de Ataque no Voleibol

As passadas mais importante do atacante de Voleibol são as três últimas, antes do golpe de ataque (a cortada). Por isso os tempos de ataque comuns no Voleibol são de 3º, 2º e 1º tempo.

O atacante destro dará as suas três ultimas passadas a partir do pé esquerdo, depois direito e depois esquerdo novamente.

Já o atacante canhoto, dará as suas três ultimas passadas a partir do pé direito, depois esquerdo e depois direito novamente.

O que definirá o tempo de ataque será sincronia entre o momento do levantamento e em qual passada o atacante está.

Ataque de 2º tempo no Voleibol

O Ataque de 2º tempo no Voleibol é quando o atacante está na PENÚLTIMA passada de ataque no momento em que o levantador está tocando na bola.

O Ataque de 2º tempo é mais rápido e um pouco mais difícil, pois exige uma maior sincronia entre o atacante e o Levantador.

O ataque de segundo tempo de 2º tempo no Voleibol é muito utilizado pelo Ponteiro na jogada Pipe (ataque de meio fundo), e pode ser utilizado nos ataques de ponto para realização de um ataque mais rápido pela ponta.

Conheça Nossos Canais

Educação Física Material de Educação Física

Youtube Dicas Educação Física Inscreva-se - Canal Dicas Educação Física

Instagram Dicas Educação Física Instagram Dicas Educação Física

Telegram Dicas Educação Física Canal no Telegram Dicas Educação Física


Os ataques de 2º tempo necessitam de mais treinamento para melhor sincronização entro atacante e o Levantador.

Na imagem abaixo, o atacante destro está na PENÚLTIMA passada (perna direita), no momento do levantamento para uma jogada PIPE.

Jogada de Ataque de Segundo tempo no Voleibol (pipe)

 

 

Jogadas de Segundo Tempos no Voleibol

São exemplos de ataque de segundo tempo no Voleibol as jogadas:

  • Pipe;
  • Desmico;
  • Degrau;
  • between;
  • Ataque de bola “chutada” (levantamento rápido) na ponta.

 

Passe e Tempos de Ataque no Voleibol

Para se realizar ataque mais rápidos (1º e 2º tempo) é necessário que o passe ou recepção para o Levantador seja bom. Caso o passe o recepção seja ruim, todo sincronia para um ataque rápido será quebrada e o ataque será lento (de 3º ou até de 4º tempo).

A imagem abaixo mostra um atacante destro, fazendo uma passada com pé direito no momento em que o levantamento está sendo feito pelo Levantador após um passe errado. Foi um ataque de 4º tempo, devido ao erro de passe.

Passe e Tempos de Ataque no Voleibol

Levantamento e Tempos de Ataque no Voleibol

Quando o passe é bom e o Levantador consegue fazer o Levantamento saltando, o tempo de ataque fica melhor sincronizado e o ataque pode ser acelerado com mais facilidade.

Mais Conteúdo sobre Voleibol

DICAS DE CURSOS ONLINE

  • Material de Educação Física
  • Educafit – Cursos de Educação Física Online
  • Cursos de Futsal Online
  • Cursos de Voleibol Online
  • Cursos de Futebol Online
  • Curso Preparatório para Concursos de Educação Física online
  • Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *