Avançar para o conteúdo

Natação Olímpica: Guia de Natação nas Olimpíadas

COMPARTILHE!

A Natação Olímpica

Guia completo de Natação Olímpica. Conheça todos os detalhes da Natação nas Olimpiadas.

Quando a Natação virou desporto Olímpico?

A natação é um dos desportos mais antigos e tradicionais dos Jogos Olímpicos, disputado em todas as edições, porém, só em 1912 começou a ser disputada na categoria feminino.

A Piscina Olímpica

As competições de natação são realizadas em piscinas longas, chamada de Piscina Olímpica.

Nas paredes de cada lado da piscina, tem placas eletrônicas com a finalidade de cronometrar o tempo e também indica se nadador queimou a largada (largou antes).

Quanto mede uma Piscina Olímpica?

Natação Olímpica: Guia de natação nas Olimpíadas

As especificações e medidas de uma piscina Olímpica são:

  • Comprimento: 50 metros;
  • Profundidade: 3 metros;
  • Largura: 25 metros ( são 10 raias com 2,5 m de largura cada);
  • Temperatura:  25º e 27º;
  • Importante: Duas raias ficarão livres para facilitar a dispersão das água.

Provas Individual e de Estafeta na Natação

As provas podem ser disputadas tanto individualmente ou em estafeta masculino e feminino.

Os Estilos de nado da Natação são:

  • Costa (é o único em que os nadadores largam dentro d’água);
  • Peito (é o mais lento);
  • Mariposa (é um estilo mais difícil);
  • Livre ou crawl (é o mais rápido entre os quatro);
  • Medley (é a junção dos quatro estilos da natação).

O Medley que reúne os quatro estilos da natação (Costas, Peito, Mariposa e Livre/Crawl) na mesma prova, pode ser disputada em equipas ou individuais.

Prova Individual Medley na Natação

Na prova individual Medley o atleta disputa sozinho o percurso nos 4 estilos na seguinte  sequência:

  1. Mariposa;
  2. Costas;
  3. Peito;
  4. Nado livre (Crawl).

Prova de Estafeta Medley na Natação

Nas provas de estafeta Medley na Natação, quatro nadadores da mesma equipa se revezam para concluir o percurso, cada um deve nadar um estilo específico a seguir a seguinte ordem:

  1. Costa;
  2. Peito;
  3. Mariposa;
  4. Nado livre (Crawl).

A ordem é diferente devido a saída de costas que é realizada dentro d’água, o que obriga o nado Costas ser o primeiro nado no Medley.

Percursos e Provas da Natação

As provas na Natação profissional são divididas por distâncias e estilos de nado:

  • Nado Livre: 50m, 100m, 200m, 400m, 800m e 1500m (somente masculino);
  • Nado Costas: 50m (não olímpico), 100m e 200m;
  • Nados Peito: 50m (não olímpico), 100m e 200m;
  • Nado Mariposa: 50m (não olímpico), 100m e 200m;
  • Nado Medley: 200m (50m cada estilo) e 400m (100m cada estilo);
  • Provas de Estafeta: 4x100m livre (100m cada integrante da equipa), 4x200m livre (200m cada) e 4x100m medley (100m para cada integrante e um estilo por nadador).

Percurso e Estilo das Provas Olímpicas da Natação

Veja abaixo todos as distâncias ou percursos e estilos da Natação nas Olimpíadas.

Percurso e Estilo

  • 50 metros – livre.
  • 100 metros – livre.
  • 200 metros – livre.
  • 400 metros – livre.
  • 800 metros – livre (somente feminino).
  • 1500 metros – livre (somente masculino).
  • 100 metros – costas.
  • 200 metros – costas.
  • 100 metros – peito.
  • 200 metros – peito.
  • 100 metros – mariposa.
  • 200 metros – mariposa.
  • 200 metros – medley (50m cada estilo).
  • 400 metros – medley (100m cada estilo).
  • Estafeta 4 x 100 metros – livre ( 100m cada integrante da equipa)
  • Estafeta 4 x 200 metros – livre ( 200m cada integrante da equipa).
  • Estafeta 4 x 100 metros – medley ( 100m cada integrante, e um estilo por nadador).
  • Estafeta 4 x 100 metros – medley misto (dois homens e duas mulheres formam a equipa).
  • Maratona 10 km.

Tipos de nado na Natação Olímpica

Tipos de Nado na Natação Olímpica

Nado Costas nas Olimpíadas

O Nado Costas na Natação Olímpica é disputado nas Provas 100 metros  e 200 metros masculino e feminino.

No Nado Costas o nadador fica na posição de decúbito dorsal (de costas) para o fundo da piscina e de forma contínua e coordenada altera o movimento de braços e pernas.

A prova de nado costas é a única prova que os nadadores largam dentro d’água, ou seja, não utilizam o bloco de largada.

O nadador deve dar impulso e nadar de costas durante o percurso, exceto quando for dar a volta.

O corpo só pode estar totalmente submerso nos 15 metros após as viradas e a largada.

Nado Mariposa na Olimpíadas

O Nado Mariposa na Natação Olímpica é disputados em Provas de 100 metros e 200 metros masculino e feminino.

O Nado Mariposa é um estilo de natação nadando de peito, com ambos os braços a movimentar simultaneamente.

O nadador eleva o queixo para frente no começo da braçada para respirar.

Quando os braços estiverem na sua máxima extensão, no momento do movimento aéreo, onde os ombros e a cabeça são levantados da água o nadador realiza a respiração

Esse estilo, além de ser bastante cansativo, exige do nadador muita força para enfrentar a resistência da água.

O nado mariposa é considerado como o mais difícil de ser aprendido e também é conhecido popularmente como nado golfinho.

Nado Livre nas Olimpiadas

O Nado Livre na Natação Olímpica é disputado nas provas individuais de 50m, 100m, 200m, 400m, 800m (feminino), 1.500m (masculino) e nas prova Estafeta de 4x100m e 4x200m.

Nas provas de nado livre os atletas podem nadar em qualquer estilo, mas o estilo crawl.

O nado crawl é o mais utilizado nas provas de nado livre por ser o mais rápido.

O nadador movimenta os braços para frente alternadamente e mantém as pernas a bater continuamente ao longo das braçadas, ou seja, as pernas acompanham as braçadas de forma sincronizada.

O corpo do nadador permanece na horizontal e alongado na água com a cabeça do virada para um lado para respirar após cada ciclo completo de braçada e, as braçadas se dividem em duas fases, aérea e aquática.

Nado Peito nas Olimpiadas

As provas de Nado peito nas olimpiadas são as de 100 metros e 200 metros masculino e feminino.

O nado peito é o estilo mais lento, seu movimento é curto, circular e usa muita impulsão de pernas.

O nadador fica a maior parte do tempo submerso com o corpo na horizontal, mas a cada ciclo de braçada e pernada a cabeça passa pela superfície brevemente.

No momento  do toque na borda ou virada, o nadador deve bater as duas mãos na parede.

O Nado Medley nas Olimpiadas

As provas de Nado Medley nas Olimpiadas são disputadas nas provas de 200 metros (50m de cada estilo), 400 metros (100m de cada estilo) e no estafeta 4x100m.

Todas as provas são disputadas tanto no masculino quando no Feminino, porém, o estafeta 4×100 também é disputado na categoria “misto”, ou seja, a equipa é formada por 2 homens e duas mulheres.

Nas provas de medley individual, o atleta nada os quatro estilos na seguinte ordem: Mariposa, Costas, Peito e Livre.

Nas provas de estafeta medley, os atletas nadam os quatro estilos na seguinte ordem: Costas, Peito, Mariposa e Livre.

Conforme completam sua parte na prova, cada nadador sai da prova, a dar lugar para o próximo nadador da equipa.

Cada estilo deve respeitar suas respectivas regra.

Conheça Nossos Canais

Educação Física Material de Educação Física

Youtube Dicas Educação Física Inscreva-se - Canal Dicas Educação Física

Instagram Dicas Educação Física Instagram Dicas Educação Física

Telegram Dicas Educação Física Canal no Telegram Dicas Educação Física


O Nado Submerso na Natação

O nado submerso na natação é realizado após a saída do bloco e as viradas.

Com todo o corpo submerso o nadador desempenha o movimento conforme o estilo de cada nado.

O nado submerso diminui o arrasto da onda (resistência), a ocasionar uma vantagem, ou seja, o nado submerso é mais rápido.

Porém o uso do nado submerso é restrito aos primeiros 15 metros de cada extremidade da piscina, após as viradas ou saída do bloco, a fim de evitar excesso de uso.

As piscinas possuem uma marcação pintada no fundo que indica o limite dos 15 metros.

Técnicas de Natação

Braçada na Natação

A braçada é responsável pelo deslocamento do nadador na água. As braçadas são coordenadas com os movimentos das pernas ou pernadas.

O ciclo completo da braçada tem quatro fases:

  1. Fase aquática Não propulsivo (Entrada da mão na água);
  2. Fase aquática (Puxada do movimento propulsivo);
  3. Fase aquática (Empurrada do movimento propulsivo);
  4. Fase Aérea e Não propulsivo (Recuperação).

Pernada na Natação Olímpica

A perna é usada na natação tanto para impulsionar o corpo e atingir o fim da piscina quanto para manter o corpo na posição horizontal ideal.

A execução de uma boa pernada no nado proporciona ao atleta maior deslize e consequente ganho de tempo.

Características da Pernada na Natação:

  • Auxilia na rotação do corpo;
  • Criar boa posição corporal;
  • Diminui esforços e economiza energia;
  • Baixo arrasto, menor atrito com água e suas ondulações.

A pernada em cada estilo:

  • Pernada no nados Costas e Crawl é usada para manter o do corpo na horizontal.
  • Pernada no nados Peito e no nado mariposa são simultâneas as braças.

Saída na Natação

Na Natação existem dois tipos de saída, ambas precisam ser bem executadas, pois podem resultar significantemente em uma possível vitória.

Vejam quais são os tipos de saídas na Natação Olímpica:

  • Saídas feitas do bloco – Tem o objetivo de impulsionar o nadador, quanto maior o impulso mais velocidade ele obtém logo no começo do nado. São usadas nos nados Crawl, Peito, Mariposa e Medley.
  • Saídas feitas dentro d’água – Esta saída é usada no Nado Costa, e dentro deste tipo de saída, podem ser usada como grab (os dois pés a frente) ou track start  (com um pé a frente e o outro atrás).

Virada na Natação

Virada na Natação é o movimento que se faz quando o nadador chega ao final piscina e precisa girar para continuar a prova.

Tipos de Virada na Natação

A Virada Simples

Virada simples é quando o movimento ocorre por meio de toque na parede e muda de direção. É usada no nado  Peito e no Nado Mariposa.

A Virada Olímpica

Virada olímpica é o nome aplicado para as viradas em que ocorre rolamento.

Como é feita a Virada Olímpica

  1. Ao chegar no final da piscina o nadador gira o corpo para frente com um rolamento.
  2. Após o giro  o nadador usa as pernas para empurrar o corpo para frente, a bater na parede da piscina com a sola dos pés.

A Virada Olímpica é usada nos nados Crawl e Costas.

A Chegada na Natação

A Chegada na Natação é feita a tocar na parede ou a placa ao final da prova com qualquer parte do corpo (usa-se os dedos).

Para uma boa chegada o nadador deve ajustar a frequência das braças e evitar respirar nos últimos metros antes de tocar a parede na borda da piscina.

Os juízes verificam se não houve nenhuma infração e o cronometrista marca o tempo, caso haja alguma falha no equipamento eletrônico.

Os Atletas de Natação

Os atletas de Natação algumas características específicas que permitem avaliar sua força propulsora e minimizar a resistência no meio aquático.

Essas características são:

  • dimensões do corpo;
  • composição corporal;
  • força muscular.

Essas características permitem projetar se o atleta de natação terá ou não um bom desempenho desportivo.

Atletas de Natação de alto desempenho

São características de atletas de natação com alto desempenho desportivo ter o comprimento elevados de segmentos corporais como mãos, pés, pernas e antebraços.

Tipos de Prova e Características Corporais

Há características corporais que possuem desempenho melhor para cada tipo de prova.

  • Provas de nado peito e costas – estatura dos nadadores é elevado.
  • Provas longas – a estatura não é um fato de grande influência.
  • Provas de nado mariposa – alta flexibilidade e força muscular são fatores de alto desempenho, já o excesso de massa magra poderá prejudicar a flutuação dos atletas.

Regras da Natação Olímpica

Idade mínima dos nadadores em provas Olímpicas

Em provas de natação dos jogos olímpicos as atletas mulheres podem competir a partir dos 15 anos, já os atletas homens podem competir a partir dos 14 anos.

Equipamentos na Natação Olímpica

Um bom equipamento possibilita  melhor desempenho, além de proporcionar uma atividade mais agradável.

Acessórios necessários que promovem conforto e proteção:

  • Óculos;
  • Touca.

Trajes na Natação Olímpica

Escolher um traje adequado, no tamanho e tecido certo é muito importante, pois com a tecnologia encontra-se trajes com tecidos finos e design que garante maior mobilidade e flutuabilidade que podem fazer diferença na competição.

O traje deve esta dentro da regra de trajes permitido.

Os homens usam sungas, bermudas e trajes especiais.

As mulheres usam maiôs fechados ou abertos, macaquinhos ou traje completo.

Arbitragem na Natação Olímpica

Na Natação Olímpica a equipa de arbitragem é formada por:

  • Árbitros gerais são no mínimo 2;
  • Juízes de nado são no mínimo 4;
  • Chefes de juízes de virada é 1 em cada cabeceira;
  • Juízes de viradas é 1 em cada raia;
  • Juízes de voltas;
  • Cronometristas marcam manualmente o tempo de cada nadador.

Os árbitros gerais dão a largada e decidem questões sobre a competição.

Os juízes de nado garantem que as regras estejam a ser respeitadas, e colaboram com outros juízes.

Os chefes de juízes ficam a cabo dos registros de infração, que foram realizados pelos juízes de viradas e pelos juízes de voltas, em seguidas são encaminhadas para o árbitro geral.

Na eventualidade de falha em algum equipamento, os cronometristas marcam o tempo de cada atleta.

Infrações e Desqualificações

A natação tem algumas regras que definem os formatos de competição, os estilos de nado e a conduta dos nadadores.

É importante entender a regulamentação para não cometer infrações e irregularidades durante o nado.

Vamos conhecer algumas ações que desclassificam :

  • Impedir ou atrapalhar o avanço de outro competidor;
  • Manter conduta imprópria;
  • Usar linguagem abusiva;
  • Tomar alguma ação em desacordo com as regras da natação;
  • Deixar de seguir as orientações;
  • Andar no chão da piscina;
  • Terminar a competição em uma raia diferente daquela começou a nadar;
  • Usar qualquer equipamento para auxiliar na atuação;

Outras Regras da natação

Os juízes de nado, de virada e de volta fiscalizam se os atletas terminaram as provas sem infringir nenhuma regra.

Caso haja alguma infração ao regulamento e regras da prova os atletas serão desclassificados.

Também são considerados infrações ato antidesportivo e má conduta, que é quando o atleta não respeita as regras de cada estilo de nado, a ganhar vantagem em relação aos outros competidores.

Mais sobre Desportos Olímpicos

DICAS DE CURSOS ONLINE

  • Material de Educação Física
  • Educafit – Cursos de Educação Física Online
  • Cursos de Futsal Online
  • Cursos de Voleibol Online
  • Cursos de Futebol Online
  • Curso Preparatório para Concursos de Educação Física online
  • Deixe um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *