Abordagem Jogos Cooperativos na Educação Física

By | 01/09/2017

Introdução: Abordagem Jogos Cooperativos na Educação Física

A Abordagem Jogos Cooperativos na Educação Física escolar é uma alternativa pedagógica para o professor de Educação Física que deseja fugir dos métodos tradicionais ligados ao esporte competitivo na escola.

 

jogos cooperativos são uma abordagem filosófica pedagógica criada para promover a ética da cooperação e a melhoria da qualidade de vida para todos, sem exceção”. SOLER (2003, p. 23)

 

O que são Jogos Cooperativos?

São jogos com o objetivo de estimular a consciência coletiva e a cooperação entre as pessoas. Exitem diferentes tipos e exemplos de atividades de jogos cooperativos que veremos com detalhes nesse post.

 

Conceitos da Abordagem Jogos Cooperativos na Educação Física

Jogos Cooperativos X Jogos Competitivos

Na Cooperação há uma interação social onde os objetivos, as ações e os benefícios são comuns e compartilhados entre todos.

Na Competição há uma interação social onde os objetivos são exclusivos, as ações são isoladas ou divergentes e os benefícios destinados a poucos.

A Omissão

A Omissão é um processo de isolamento social que tem como característica a indiferença, onde os objetivos são qualquer um, não existe ações, e os benefícios podem vir ou não, tanto faz.

Objetivos da Abordagem Jogos Cooperativos na Educação Física

O objetivo da Abordagem dos Jogos Cooperativos na Educação Física é que todos os participantes joguem uns com os outros e, não uns contra os outros, buscando a participação de todos, sem que alguém fique excluído, pois as metas são coletivas e, não individuais. Ganhar e perder servem para o aperfeiçoamento coletivo e pessoal de cada aluno.

Características da Abordagem Jogos Cooperativos na Educação Física

São características libertadoras da abordagem Jogos Cooperativos na Educação Física:

  • Libertam da competição: participação de todos para o alcance de uma meta comum;

  • Libertam da eliminação: buscam a integração de todos;

  • Libertam para criar: as regras são flexíveis e, todos podem contribuir para mudar o jogo;

  • Libertam da agressão física: todos trabalham juntos, então não podem brigar.

São atitudes desenvolvidas na Abordagem Jogos Cooperativos na Educação Física:

  • A empatia: pôr-se no lugar do outro;

  • A cooperação: trabalhar em prol de uma meta comum;

  • A estima: reconhecer e expressar a importância do outro;

  • A comunicação: diálogo, intercâmbio de sentimentos, conhecimentos, problemas e, perspectivas.

Características do Jogos Cooperativos na Educação Física vesus omissão e jogos competitivos.

Princípios da Abordagem Jogos Cooperativos na Educação Física

  1. Inclusão: trabalhar com as pessoas no sentido de ampliar a participação e a integração delas no processo em curso.

  2. Coletividade: conquistas e ganhos que somente conseguem coletivamente.

  3. Igualdade de direitos e deveres: responsabilidade de todos pela decisão e gestão, como a repartição dos benefícios promovidos pela atividade cooperativa.

  4. Desenvolvimento Humano: o aprimoramento do ser humano enquanto sujeito social.

  5. Processualidade: a cooperação privilegia os meios, cada passo é dado levando-se em conta os anteriores.

Estrutura da Abordagem Jogos Cooperativos na Educação Física

São a estrutura ou arquitetura da abordagem Jogos Cooperativos na Educação Física escolar:

  1. visão (valores que orientam e dão sentido ao processo do jogo);

  2. objetivo (alcançar objetivos);

  3. regras (flexíveis, para iniciar e sustentar o jogo);

  4. contexto (acontece no aqui-e-agora);

  5. participação (interação de todas as dimensões do ser humano);

  6. comunicação (diálogo buscando a compreensão);

  7. estratégias (organização, planejamento);

  8. resultados (marcas para balizar o processo continuado de aprendiz);

  9. celebração (valorizar cada instante jogado – vivido como uma oportunidade singular);

  10. ludicidade (sustentar o espírito de alegria);

Implementação dos Jogos Cooperativos na Educação Física

São fatores que dificultam a implementação da abordagem Jogos Cooperativos na Educação Física escolar:

  • individualismo;

  • desconfiança;

  • falta de clareza de objetivos;

  • ausência de comunicação;

  • competição;

  • pressa;

  • falta de organização;

  • ausência de liderança.

São fatores que facilitam a implementação da Abordagem Jogos Cooperativos na Educação Física:

Tipos de Jogos Cooperativos

São categorias ou tipos de jogos cooperativos:

  • Jogos cooperativos sem perdedores: todos formam um único grande time.

  • Jogos de resultado coletivo: permite a existência de duas ou mais equipes.

  • Jogos de Inversão: troca de jogadores que começam em times diferentes. Dividem-se em quatro grupos:

    • rodízio: mudam de lado segundo a situação pré-estabelecida (ex: depois de sacar)

    • inversão do goleador: o jogador que marca o ponto passa para o outro time.

    • inversão do placar: o ponto conseguido passa para o outro time.

    • inversão total: tanto o jogador que fez o ponto quanto o ponto, passa para o outro time.

  • Jogos semi-cooperativos: usado para um início de trabalho com jogos cooperativos, num contexto de aprendizagem esportiva. Oferece a oportunidade de os participantes jogarem em diferentes posições.

    • Todos jogam: todos que querem, recebem o mesmo tempo de jogo.

    • Todos tocam/todos passam: a bola deve passar por todos para que o ponto seja válido.

    • Todos marcam ponto: é preciso que todos os jogadores tenham feito pelo menos um ponto, para que o time vença.

    • Todas as posições: todos passam por todas as posições no jogo (goleiro, técnico, torcedor).

    • Passe misto: a bola deve ser passada alternadamente entre os meninos e meninas.

    • Resultado misto: os pontos são realizados ora por menino, ora por menina.

Funções dos Jogos Cooperativos na Educação Física

A abordagem Jogos Cooperativos na Educação Física pode colaborar na formação dos alunos com nas seguintes funções:

  1. Serve para explorar: o mundo de quem joga, e suas próprias atitudes.

  2. Reforça a convivência: modifica e aprimora o relacionamento interpessoal.

  3. Equilibra o corpo: atua como um circuito autorrevogável de tensões e relaxamentos.

  4. Produz normas, valores e atitudes: o jogo nos forma em direções variadas, cabe a cada um de nós fazer a melhor escolha.

  5. Fantasia: transforma o sinistro em fantástico.

  6. Induz a novas experimentações: permite aprender através de erros e acertos.

  7. Torna a pessoa mais livre: permite a pessoa conduzir-se, ou não, frente às dificuldades.

Metodologia da Abordagem Jogos Cooperativos na Educação Física

Autores da abordagem dos Jogos Cooperativos na Educação Física escolar como BROTTO e SOLER indicam três dimensões de ensino-aprendizagem na abordagem dos Jogos Cooperativos:

1. Vivência: incentivando inclusão de todos.

2. Reflexão: incentivar as pessoas a refletir sobre as possibilidades de modificar o jogo, para melhorar a aprendizagem de todos.

3. Transformação: ajuda a sustentar a disposição para dialogar, decidir em consenso.

A partir dessa três dimensões do processo ensino-aprendizagem podemos dizer que a pedagogia dos jogos cooperativos é dividida em AÇÃO >> REFLEXÃO >> AÇÃO MELHORADA.

Os grupos nos Jogos Cooperativos

Para separa os alunos em grupos a abordagem dos Jogos Cooperativos na Educação Física deve seguir critérios não competitivos como: Dia do nascimento (grupo 1º quinzena e grupo 2º quinzena); cor das roupas (clara e escura); tipo de calçado (tênis e sapato); cor dos cabelos (claro e escuro); mês de nascimento (1º trimestre e 2º trimestre).

O professor na Abordagem Jogos Cooperativos na Educação Física

Segundo SOLER (2003) o professor na abordagem dos Jogos Cooperativos deve ter as seguintes características: comunicativo (mais que explicar o jogo, mas comunicar o sentido do mesmo); amávelamigo (união e solidariedade, mais um que se diverte com o jogo); criativo (no momento em que sugere um jogo, que adaptação deve ser feita?); flexível (é preciso mudar algo?); alegre (motivar a alegria); sensível (ao grupo e as suas necessidades); paciente (é preciso esperar).

Veja também ⇒ Quais são as melhores Faculdades de Educação Física do Brasil?

Plano de Aula Abordagem Jogos Cooperativos na Educação Física

Nome: A Travessia do Navio
(Adaptado da Edição de 3 de Outubro de 2001 da Revista Jogos Cooperativos, pág. 14)

Tipo de Jogos Cooperativos: Jogos Cooperativos sem perdedores (todos formam uma grande equipe)

Objetivo: Desenvolver trabalho em equipe, imaginação, criatividade, tomada decisões coletivas, encorajamento, paciência e solidariedade para levar o “navio” para o “porto seguro“.

Metodologia

  • Essa atividade de jogos cooperativos é destinada para alunos acima de 10 anos.

  • Na quadra todos os alunos formarão uma grande equipe sentados dentro da área de gol em um lado da quadra.

  • A área de gol que os alunos estão sentados é o “navio”.

  • Todo resto da quadra até a área de gol do outro lado da quadra é o “mar”.

  • A área de gol do outro lado da quadra é a “terra”.

  • O navio está afundando e todos devem ser resgatados do navio para a terra (de uma área de gol para outra)

  • Os alunos resgatados do navio não podem encostar nenhuma parte do corpo no mar. Quem encostar no mar “morre afogado”.

  • Os alunos devem desenvolver um trabalho cooperativo até que todos sejam resgatados.

  • Após a atividade o professor deve reunir os alunos e conversar sobre as dificuldades e emoções vivenciadas, sobre o que foi bom e o que foi ruim e repetir a atividade.

Abordagem Jogos Cooperativos: plano de aula com exemplo de atividade de jogos cooperativos

DICAS EDUCAÇÃO FÍSICA: O professor de Educação Física pode criar variações dessa atividade, use a criatividade, há muitos exemplos de jogos cooperativos possíveis.

Habilidades desenvolvidas com os Jogos Cooperativos

Algumas habilidade podem ser desenvolvidas nas atividades de Jogos Cooperativos na Educação Física:

  1. Habilidades intelectuais: imaginar, perguntar, decidir;

  2. Habilidades interpessoais: encorajar, explicar, ajudar;

  3. Habilidade em relação aos outros: respeito, paciência, apoio;

  4. Habilidades físicas: falar, ouvir, escrever;

  5. Habilidades pessoais: alegria, compreensão, sinceridade.

  • 104
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 + 11 =